.

METODOLOGIA


Todos os procedimentos estão registrados e autorizados para uso de acordo com a certificação INMETRO 18.029, auditoria laboratorial P. Nº1639 registro do ensaio BE01-R01, Auditoria fabril registro dos ensaios R182002; R171798; R181999 e Registro para realização de exames e aplicações de acordo com o descritivo liberado pelo Ministério da Saúde Registros 81403519001 e 81403519002.


O que é Neurometria?

A Neurometria é uma metodologia organizacional baseada em um sistema que estrutura a utilização de diversas técnicas mundialmente reconhecidas (uma caixa de ferramentas) tendo, como por exemplo, as técnicas de Biofeedback e Neurofeedback em seu Know-how de soluções.

 

Devido às infinitas possibilidades que a Neurometria pode alcançar e, dependendo da formação acadêmica, o profissional terá mais facilidade interpretativa para repertorizar procedimentos clínicos ou protocolos de treinamentos referentes à sua área de atuação e, com isso, seguir uma conduta assertiva de tratamento dentro da ética de cada classe profissional.

 

Assim, a Neurometria disponibiliza um pacote de procedimentos e produtos (packtools) que podem ser utilizados de acordo com cada competência profissional. Confira a lista de possibilidades da Neurometria: Biofeedback, Neurofeedback, Tilt test, Orthotest, Neurofitness, Eletroencefalograma digital + mapeamento cerebral (EEG/MC), EMG, Resposta Galvânica, Oxímetro de Pulso, Predomínio de ondas cerebral, Temperatura periférica, Ressonância Neural Transcraniana, Neuroimagens, Nutrição funcional, Exames laboratoriais, Exercícios Respiratórios, Programas Pedagógicos, Gerador de ondas Cerebral, Indutor de Ondas Cerebral, Ajuste cognitivo, Condicionamento comportamental, Games Neuroclínicos e treinamento cerebral online.

 

Com isso, o profissional adquire expertise e competência, através de nossos cursos, onde será aprovado para o uso desse conjunto de ferramentas. A SBN emite o número de registro e o selo de certificação atestando a qualidade e a eficiência tanto do profissional, como dos dispositivos e, assim, o consultório terá maior credibilidade perante aos pacientes e a vigilância sanitária. O acesso aos produtos e procedimentos podem ser compartilhados entre diversos profissionais dentro de um mesmo consultório.

 

Dessa forma nasce a Neurometria, uma metodologia institutiva que constitui uma associação bem fundamentada de técnicas e procedimentos, reconhecidos mundialmente, e que Focaliza a interação entre o cérebro, mente, corpo e comportamento, através de ferramentas que agem nos fatores emocionais, sociais e que podem afetar diretamente a saúde (NCCAM Publication No D239, agosto de 2005), proporcionando alívio para o sofrimento físico, emocional e aumentando a qualidade de vida e bem-estar.

 

O equipamento de neurometria (neuro=neurofisiologia; metria= medida, captações de sinais fisiológicos) está registrado e certificado de acordo com a publicação 3437 do ministério da saúde e DOU 247, para fins de utilização em todo território nacional, e registrado com esse mesmo nome na ANVISA sob n° 81403519002. De acordo com o FPCE 3.2, seguindo as normas RDC 16 e 40 e Certificado INMETRO 18.029, o sistema foi regulamentado para utilização em diagnóstico, tratamento, treinamentos e terapêuticas, tendo como suas finalidades: Aparelho para captação de sinais fisiológicos para exame, diagnóstico, terapêutica e treinamentos funcionais.

 

A) Sinais captados pelo equipamento: fluxo sanguíneo, frequência cardíaca, temperatura, sudorese, biomiografia, fluxo respiratório e EEG/telemetria.
B) Tipos de diagnósticos sugeridos: análise da variabilidade do sistema nervoso, mapeamento cerebral, distúrbios cardiovasculares, distúrbios do sono e déficit de atenção.
C) Terapias sugeridas: transtornos de ansiedade e do humor, controle do ritmo cardíaco na prevenção do enfarto e AVC, controle psicofisiológico, performance pessoal, esportiva e desempenho cognitivo.
D) Tipo de treinamento sugerido: autorregulação das funções fisiológicas por treinamento respiratório, muscular, cardíaco, temperatura periférica e sudorese por biofeedback, e no treinamento da atividade cerebral por EEG/telemetria.
E) Tipos de sensores: sensor respiratório, sensor resposta fisiológica (temperatura), sensor variabilidade cardíaca (fluxo sanguíneo), sensor controle de ansiedade (resistência eletrodérmica), sensor neurometria encefálica (eeg/telemetria) e sensor biomiografia (muscular). Conheça os pilares da Neurometria mais abaixo!

 

De acordo com o item 3.2.4 do processo 25351.362326/2016-1 da ANVISA, todos os profissionais da saúde como médicos, dentistas, nutricionistas, fisioterapeutas, psicólogos, dentre outros; profissionais da área da educação, esporte e performance coaching e PNL, poderão utilizar o equipamento, dentro da ética de sua formação e capacitação, sendo obrigatoriamente treinados pela Sociedade Brasileira de Neurometria.

 

Como a Neurometria irá me ajudar?

Antes de explicar o que é a Neurometria Funcional, vale compartilhar que nossos comportamentos, hábitos e atitudes podem estar diretamente relacionados à nossa boa Capacidade Funcional Fisiológica (sistema nervoso) e a nossa Reserva Funcional (nutrição adequada), ou seja, uma combinação equilibrada de nossa condição física, mental e nutricional. 

 

Pensando nisso, a tecnologia da Neurometria desenvolveu uma solução que permite investigar as deficiências neurofisiológicas específicas de cada pessoa, através de exames e análises computadorizadas. Isso possibilita que um profissional qualificado possa desenvolver um programa de treinamento e tratamento cerebral personalizado para cada pessoa.

 

Dessa forma, nosso objetivo é melhorar a saúde física e mental, com foco no desempenho cognitivo e comportamental, levando ao estado de bem-estar e trazendo alívio para as questões emocionais, proporcionando assim, uma boa qualidade física nas atividades diárias da vida.

 

Mas como funciona a Neurometria?

Sensores conectados ao paciente coletam seus dados neurofisiológicos e cerebral, e levam até o software que filtra e realiza, em tempo real, a leitura para interpretação dos sinais do sistema nervoso de uma pessoa.

Ao finalizar o sistema gera resultados gráficos, estatísticos e por escrito (facilita interpretação e diagnóstico feito por um profissional), com imagens em 3D do cérebro, permitindo uma avaliação funcional do Sistema Nervoso Autônomo e Cognitivo do paciente, registrados na ANVISA e certificados pelo INMETRO.

 

Esse conjunto de ferramentas oferece exames, análises, ressonância neural transcraniana, protocolos e treinamentos terapêuticos computadorizados, que podem ser utilizadas de acordo com as necessidades reais de cada pessoa, que serão analisadas pós coleta dos dados neurofisiológicos e neuroimagens.

 

Veja que todo o processo não acontece de uma hora para outra, mas leva um período confortável de tempo para que um profissional qualificado possa levar uma melhoria real da saúde, qualidade de vida e bem estar, de forma efetiva e com inserções preventivas.

 

O conteúdo do programa de tratamento de Neurometria respeita o tempo de maturação do sistema nervoso (média de 3 meses), levando ao sucesso clínico na geração de um Engrama positivo e um equilíbrio físico e mental saudável.

 

Eu consigo medir o progresso e a evolução no tratamento?

Essa é uma das partes mais incríveis da Neurometria! Semanalmente, a cada novo exame ou treinamento, é possível comparar o grau de melhora e evolução em cada um dos pilares analisados pela tecnologia. Devido a infinitas possibilidades que a Neurometria pode alcançar e, dependendo de sua formação acadêmica, você terá mais facilidade interpretativa para repertorizar um ou mais pilares referentes a sua área de atuação e, com isso, seguir uma conduta assertiva de tratamento dentro da ética profissional.

 

CONHEÇA OS PILARES:

1º PILAR, Reações Alimentares: tornando claro ao paciente que alimentos específicos alteram negativamente os dados dos gráficos neurofisiológicos e atinge regiões específicas do cérebro, podendo ser vistos em tempo real na tela do computador.

Isso  mostra as possibilidades da Neurometria em intervir (com alto grau de eficiência) nos distúrbios emocionais, respiratórios, gastrointestinal, dermatológico, neurológico e psicológico, melhorando significativamente a saúde, apenas correlacionando as reações alimentares ao sistema nervoso, para que seu alimento seja seu remédio (Hipócrates).

 

2º PILAR, Transtornos mentais e neuroimagens: quando relacionamos neuroimagens com transtornos de ansiedade (estresse, fobias, pânico, ansiedade generalizada, hiperatividade, bruxismo etc) e transtornos do humor (depressão, bipolar, tristeza profunda etc), podemos notar comportamentos cerebrais característicos, que podem ser visualizados e diagnosticados através do auxílio de um software.

Além do diagnóstico, como tratamento complementar, o profissional de Neurometria pode treinar essas regiões alteradas do cérebro, ativando inervações cerebrais específicas. Assim, o paciente poderá finalmente entender e aprender a correlacionar suas emoções, sentimentos e pensamentos com as imagens ao vivo do seu cérebro em 3D.

Também é realizado os treinamentos com diversos protocolos neurofisiológicos (coração, respiração, sudorese, temperatura, muscular, oxigênio, fluxo sanguíneo etc), para que a parte física também fique saudável. Tudo de forma clara e objetiva.

 

3º PILAR, Reserva funcional:  Os supermercados estão lotados de alimentos processados, que são produzidos com açúcar simples (de cana) e gordura saturada. Alimentos processados são frequentemente “roubadores” de minerais e vitaminas. Agora temos a conveniência da comida “pré-pronta” que é a tentação, difícil de resistir, das pessoas com falta de tempo. Se levarmos em conta que tempo não é só dinheiro, mas sim vida. Precisamos fazer com que este balanço não seja negativo.

O estresse frequentemente nos sugere a buscar alimentos inadequados, levando a deficiência da Reserva Funcional (matéria-prima utilizada para produzir neurotransmissores, hormônios, sistema imune ativo etc). Com a falta de matéria prima, o sistema nervoso entra em desgaste e se torna vulnerável, mas mesmo assim continuamos vivendo, porém com o aparecimento dos chamados distúrbios funcionais, como: acordar cansado, dificuldade de concentração, debilidade de memória, diminuição da libido, dificuldade para conciliar o sono, depressão, pânico, palpitações, fibromialgia  e ainda poderíamos enumerar mais uma dezena de sintomas.

Isso  também pode levar a busca do uso errôneo de medicamentos e consultas desnecessárias, na tentativa de reduzir as sensações físicas e mentais indesejáveis, além de confundir e dificultar o diagnóstico.

O controle da Reserva Funcional na Neurometria é fundamental e está se tornando um ótimo indicativo (padrão ouro) para que o paciente reorganize de uma vez por todas, a nível funcional, uma alimentação saudável e diminua significativamente as possibilidades dos distúrbios funcionais e o erro da automedicação.

O “bom combustível” fornece função celular saudável e resposta emocional positiva (Dr. Nelson Alves).

 

4º PILAR, Distúrbios cardiovasculares: o coração é um órgão que sofre tanto com o alimento errado e o sedentarismo, como com nossas emoções. A Neurometria apresenta programas de tratamento, proteção e prevenção de doenças cardiovasculares, através de um modelo cardio-funcional computadorizado.

O profissional de Neurometria realizará treinamentos na clínica com equipamentos eletromédicos, assim como poderá passar treinamentos domiciliares e online que são práticos e funcionais. Tudo feito de forma organizada através de um programa de treinamentos específicos para a variabilidade do sistema nervoso na palma de sua mão.

A ciência aponta resultados positivos, após um período de trinta dias de treinamento, em relação a doenças como hipertensão, enfarto e AVC, sendo que esses treinamentos foram duas vezes mais eficientes que uma dieta livre de sal.

Saiba também que estudos mostram que treinamentos da variabilidade do sistema nervoso, como os da Neurometria, reduziram significativamente palpitações, ansiedade, dores, insônia, tensão física, cansaço e metabolismo, tudo que afeta nosso coração.


O conjunto das ações dos 4 Pilares, vai nos ajudar a melhorar significativamente nosso Desempenho Físico e mental, Memória, Raciocínio, Concentração, Disposição no trabalho e nos estudos.

 

O que mais preciso saber?

A Neurometria Funcional é uma metodologia multimodal com o objetivo final de avaliar e treinar o cérebro. Através dela é possível organizar e aplicar ferramentas já conhecidas (cientificamente comprovadas) e, com isso, o profissional aprenderá a fazer correlações importantes como, por exemplo, captação do sinais neurofisiológicos para avaliação comportamental e do sistema nervoso, ou ter uma alimentação adequada para um treinamento cerebral computadorizado, ou associar análises funcionais para aplicar técnicas respiratórias coerentes (biofeedback), utilizar suplementos ou nutrientes para aumentar o desempenho cognitivo (neuroimagens) e até mesmo a possibilidade em interpretar exames de neurotransmissores.

 

Nosso objetivo é capacitar profissionais que atuam na área da saúde, das ciências do comportamento, esporte, educação, qualidade de vida e performance pessoal para que dentro do respeito e da ética possam organizar e aumentar a eficácia das suas estratégias convencionais.

 

Cada profissional pode utilizar sua expertise dentro dessa metodologia e associá-la para potencializar os seus procedimentos e resultados, atingindo assim níveis Significativos e de Excelência.

 

Como sabemos, o cérebro e toda sua estrutura funcional, está relacionada aos seguintes pilares: variabilidade do funcionamento do sistema nervoso, imunológico e metabólico. Dessa forma, quanto maior e melhor essas variabilidades, mais funcional e adaptativo esses sistemas estarão, onde associados ao cognitivo, aumentará as possibilidades de termos profissionais mais preparados para intervir em ações terapêuticas, psicoterapêuticas, medicamentosas e alimentares.


Veja no vídeo como essa Metodologia Complementa o Profissional:


 

SÃO MUITOS BENEFÍCIOS AO ALUNO, VEJA:

SÃO MUITOS BENEFÍCIOS AO ALUNO

– Suporte Técnico Online (acesso em apenas 1 clique);
– Suporte Clínico Online (reuniões emanais);
– Apoio Profissional com CHAT AO VIVO todos os dias;
– Grupos de Estudos (GEN): AGORA SEMANAL;
– Fórum: Apoio Total ao Aluno com Especialista Online
– Assistência Técnica Online;
– Campanhas de Qualidade;
– Indicador Profissional;
– Cadastramento, habilitação e Adequação Clínica  (equipamento/profissional), conforme Vigilância Sanitária
– Inserção do código de rastreabilidade ANVISA;
– Novo Apoio na instalação e adequação ao uso do computador;
– Comitê de Ética, Tira-dúvidas, Venda e muito mais.

 

Objetivo e ferramentas da neurometria

 

Objetivo: Capacitar profissionais para aplicação prática de avaliações, exames, métodos de diagnóstico, terapêuticas, e treinamentos funcionais do Sistema Cognitivo e Neurofisiológico.

Público Alvo: A Neurometria complementa as necessidades reais do dia a dia dos profissionais da Área da Saúde, Esporte, Educação e Performance Pessoal, como: Médicos, Psicólogos, PNL, Coaching, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Odontologia, Nutrição, Psicanalistas, Educadores Físicos e profissionais que trabalham com Acupuntura, Auriculoterapia, Hipnose, Terapias Funcionais, Esportes, psicopedagogia, neuropsicologia, neuropedagogia, etc.

Aplicabilidade: A Neurometria tem um conjunto de Ferramentas e análises para diversas aplicabilidades. O mais interessante é que o profissional pode complementar seu dia a dia na clínica e ir aprendendo uma ferramenta por vez, ao aplicar em seus clientes, conseguindo resultados e valores significativos logo no início.

Ensino: Conforme vai avançando no aprendizado, o profissional (independente de sua área de atuação) poderá introduzir as ferramentas em sua prática diária de forma tranquila e obtendo resultados positivos logo no início, com satisfação dos seus clientes. 


Ferramentas Complementares da Neurometria

O profissional pode utilizar sua expertise com a Neurometria e associá-la para potencializar seus procedimentos e resultados. A metodologia utiliza os seguintes procedimentos:

  • ANÁLISE DO EXAME FUNCIONAL DO SISTEMA NERVOSO E COGNITIVO
  • RESSONÂNCIA NEURAL COMPUTADORIZADA
  • EXAMES LABORATORIAIS PARA NEUROFISIOLOGIA E COMPORTAMENTO
  • PROTOCOLOS DE DESEMPENHO CEREBRAL
  • ANÁLISE DO PREDOMÍNIO DE ONDAS DO CÉREBRO
  • INDUTOR DE ONDAS CEREBRAL
  • RELAXAMENTO MUSCULAR PROGRESSIVO COMPUTADORIZADO
  • SUPLEMENTAÇÃO (para prescritores e não prescritores)
  • RESPIRAÇÃO DIAFRAGMÁTICA MONITORADA
  • ALIMENTAÇÃO FUNCIONAL E RESERVA NUTRICIONAL NA ALTERAÇÃO COMPORTAMENTAL
  • INTOLERÂNCIA E REAÇÕES ALIMENTARES NOS TRANSTORNOS DO HUMOR E ANSIEDADE
  • GERADOR DE ONDAS DO CÉREBRO
  • MONITORAMENTO
  • PRÁTICA ESPORTIVA
  • PROGRAMA PEDAGÓGICO DE ESTIMULAÇÃO NA ATENÇÃO
  • TERAPÊUTICA DOMICILIAR PARA ESTIMULAR NEUROPLASTICIDADE
  • BIOFEEDBACK E NEUROFEEDBACK
  • ESTRATÉGIAS DE PERFORMANCE PESSOAL, FOCO, ATENÇÃO, HABILIDADES E COMPETÊNCIAS.
  • ASSOCIAÇÃO COM: ACUPUNTURA, HIPNOSE, MANOBRAS MANUAIS, MEDICINA COMPORTAMENTAL ETC
  • APLICAÇÕES DO AJUSTE COGNITIVO E CONDICIONAMENTO COMPORTAMENTAL
  • APLICAÇÃO MULTIMODAL COM OUTRAS DISCIPLINAS

Metodologia e desenvolvimento Prof. Dr. Nelson Alves